O QUE É SER TÂNTRICO

O que é ser tântrico

O Tantra é, um sua origem, um caminho de iluminação, uma jornada de encontro com o nosso eu mais puro, um encontro que possibilita uma vida de mais prazer, presença, sabedoria, paz, compaixão; e menos ignorância, sofrimento, inveja, raiva, rancor.

O propósito dos tântricos é viver uma vida mais plena, com mais presença no presente, fluindo na vida com mais prazer e com menos sofrimento, ou seja, estar presente durante as refeições, saboreando e sentindo cada garfada; aproveitar e curtir os momentos com os filhos ou com o(a) parceiro(a) de vida, sem estar preocupado ou angustiado com coisas externas; sentir prazer e ganhar energia com a profissão que se dedica; ser tocado pelas belezas que existem no dia-a-dia, no cotidiano. E tudo isso não como uma encenação ou algo fabricado: “ver beleza, pois tem de ser belo”, “curtir o momento, porque deve ser um momento a ser curtido”, “falar que está feliz no trabalho, porque o trabalho tem de ser algo prazeroso”. Não. Apesar da misticidade e de toda a poesia do Tantra, ele é um dos caminhos de transformação mais reais que existem. Ele não fabrica a realidade, pelo contrário, ele procura tirar todos os véus dos olhos para enxergar, sentir e entender a realidade como ela realmente é, por todos os seus ângulos, por todos os pontos de vista possíveis. Aí sim, ele usa e dança com a realidade da melhor maneira para ele. Ele usa a realidade e o seu relacionamento com ela a favor do seu autoconhecimento, do seu amadurecimento, do seu empoderamento, do seu crescimento.

O tântrico busca ser o protagonista de sua vida, seguindo o vibrar do seu coração, e não viver na normoze, numa vida automática, numa vida que apenas passa. O tântrico é aquele que tem o poder e a capacidade de escolher e realizar o que quer para si. O tântrico não escolhe por falta de opção, ele escolhe por criar infinitas possibilidades. Ele pode transformar os limões que recebe em uma limonada, mas, mais que isso, se ele deseja uma laranjada, ele transforma os limões em laranjas.

O tântrico opta por algo que o expanda, e não que o limite. E o mais importante, o tântrico se responsabiliza pelos seus atos. Seja qual for sua decisão, sua atitude, ele reconhece a sua responsabilidade sobre a consequência. Apesar de ser conhecido como o caminho da liberdade, ser tântrico não é fazer o que quer, mas sim, conseguir o que quer, sem perder energia e sem se machucar.

Ser tântrico é escolher ser feliz.

 

Por Bruno Prashanti

   

CONHEÇA nossa estrutura

Nosso ambiente é preparado a cada detalhe para proporcionar a você uma experiência agradável, segura, leve e acolhedora. Venha nos visitar!

   
GANESHA METAMORFOSE ESPAÇO TERAPÊUTICO
R: Dona Rosa de Gusmão, 135 - Jd. Guanabara, Campinas/SP CEP:13073-141
Entre em contato
(19) 2515-6500